Simpósio de Saúde da População Negra está com inscrições abertas

Interessados já podem se inscrever para o Simpósio de Saúde da População Negra, que ocorre no dia 12 de novembro. No total, são 327 vagas disponíveis para gestores públicos, profissionais da área da saúde e de demais políticas públicas, além da comunidade acadêmica, conselhos municipais e movimentos sociais. O formulário de inscrição está disponível no link http://bit.ly/simposiopopnegra .

Uma realização da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH), com a coorganização da Secretaria Municipal de Saúde e da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, o simpósio será uma das principais atividades do Mês da Consciência Negra. Conforme os organizadores, trata-se de um evento importante, já que discutirá a saúde da população negra, com o objetivo de ampliar a visibilidade do tema.

A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN), instituída pela Portaria GM/MS Nº 992, de 13 de Maio de 2009, tem por objetivo combater a discriminação étnico-racial nos serviços e atendimentos oferecidos no Sistema Único de Saúde, definindo princípios, objetivos, diretrizes, estratégias e responsabilidades de gestão, voltados para a melhoria das condições de saúde, incluindo ações de cuidado, atenção, promoção à saúde e prevenção de doenças, bem como de gestão participativa, participação popular e controle social, produção de conhecimento, formação e educação permanentes para profissionais da área da saúde, sempre visando à promoção da equidade em saúde da população negra.

A construção da PNSIPN, embasada na compreensão de que o Direito Humano à Política de Saúde é eixo estratégico para a superação do racismo e garantia de promoção da igualdade racial, desenvolvimento e fortalecimento da democracia, resultou da luta histórica encampada pelos movimentos sociais, em especial pelo movimento negro, além de um processo de pactuação de compromissos, num esforço conjunto, dialogado, transversal e construído a partir da corresponsabilidade do Estado e da sociedade.

Para implementar a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra é necessário que gestores públicos, profissionais da área da saúde e demais políticas públicas, comunidade acadêmica, conselhos municipais e movimentos sociais, envidem esforços na promoção da visibilidade ao tema, e em prol da melhoria das condições de saúde da população negra, a partir do engajamento e da compreensão das especificidades da política pública de saúde da população negra e do reconhecimento do racismo como determinante social em saúde.

https://formularios.campinas.sp.gov.br/index.php/644499?newtest=Y&lang=pt-BR

0 visualização
  • Facebook
  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza

Contato:

WhatsApp: (34) 92000-8172

Email: contatoabpn@gmail.com

Endereço:

Casa de Cultura Graça de Axé, localizado na Avenida Cesário Crescerá, 4187 

Bairro Pres. Rossevelt, 38401-119 - Uberlândia - Minas Gerais - Brasil