• ABPN

Juliana Costa fala com as Blogueiras Negras sobre o #CoronavirusNasPeriferias direto de Coroadinho

Áudio exclusivo de conversa comJuliana Costa, do Coletivo Mulheres Negras da Periferia, no Maranhão. Edição e parceria:Rádio Aconchego. Dá o play!#CoronaVirusNasPeriferias


Apesar do governo do Maranhão ter sido um dos primeiros do Nordeste a ter ações efetivas de prevenção e redução de danos ao Corona Vírus, a população deste estado tem sentido na pele os efeitos da pandemia.


Nós entrevistamos Juliana ainda no início de junho, e como este contexto tem mudado bastante, parece que estamos diante de um outro mundo. Não só São Luis mudou, como também mudou nossa percepção sobre a pandemia: lojas reabriram, o comércio e até as aulas estão em vias de reabertura e o que isso significa? Os casos continuam crescentes e quem de nós continua figurando os qaudros de morte e descaso?


Em São Luis, cidade com aproximadamente 75% de pessoas negras segundo o último censo, destacamos a voz da jovem liderança Juliana Costa, que aponta as saídas e os fazeres das mulheres negras frente as urgências. Mesmo institucionalmente, combatendo um discurso genocída como tem sido o do Governo Federal, o Maranhão permanece com situações precárias de atendimento e combate.


É quando, mais uma vezes, as comunidades se unem em torno da solidariedade e colocam em prática princípios tão antigos da ação dos movimentos negros e de mulheres negras. Nesse processo, re-descobrimos o protagonismo da juventude, que se coloca à frente das ações como acontece agora no bairro do Coroadinho, inclusive por serem as que resguardam e preservam seus mais velhos que podem se vitimizar mais fácil. As mulheres negras jovens continuam a mover as estruturas do Brasil, de fora a fora.


Ficha técnica | parceria e edição: Rádio Aconchego

Entrevistadora: Larissa Santiago

Trilha Sonora: Nasci no interior, Boi de Pindaré


CLIQUE AQUI E OUÇA A ENTREVISTA:https://t.co/B5xVTDFBqH


11 visualizações

Contato

WhatsApp: (34) 92000-8172

Email: contatoabpn@gmail.com

logo padrão (PRETA) (1).png

Endereço

Casa de Cultura Graça de Axé, localizado na Avenida Cesário Crescerá, 4187 - Bairro Pres. Rossevelt, 38401-119 - Uberlândia - Minas Gerais - Brasil

  • Facebook
  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza

© 2023 por Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as. Criado com Wix.com

Site produzido por 

Matheus Borsato