• ABPN

CHAMADA ABERTA

Prezados e Prezadas,

A Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as – ABPN e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) no papel de instituições organizadoras desta edição do XI COPENE vem por meio desta realizar chamada aberta a especialistas, mestres e doutores com produção acadêmica para Publicações Especiais de Artigos no XI COPENE que nesta edição apresenta o tema: “Negras Escrevivências, Interseccionalidades e Engenhosidades”. Já está disponível no site da ABPN a chamada para publicações de artigos para o Dossiê Nós por Nós - Matriarcado Afreekana Narrativas Cruzadas Negro ao Brasil. Inscrição realizada exclusivamente via site: https://www.copene2020.abpn.org.br/site/capa seguindo a padronização disponível no site.


Data Limite: 06 de novembro 2020


Dossiê Nós por Nós - Matriarcado Afreekana Narrativas Cruzadas Negro ao Brasil


Proporcionar maior reflexão para a população negra sobre os locais que ocupamos na estrutura social, buscando tornar acessível o contato com os principais conceitos discutidos em produções acadêmicas, que tratem sobre a questão racial e formas de enfrentamento do racismo através do autocuidado, autoconhecimento e inteligência emocional. Fornecendo subsídios para o desenvolvimento da autoestima. Tornar discussões e conhecimento antirracista mais acessíveis, em uma linguagem mais abrangente explicando como chegamos na situação atual, como estamos. Apresentar possíveis formas para sair desse lugar, através das movimentaçõesjárealizadasporcadacoautor,fazendocomquesejapossívelreconhecer múltiplas formas de lidar com a sociedade sem adoecer


Autora: Erica Portilho - Instituto Hoju

E-mail para contato:

ericaportilho@gmail.com


Justificativa da relevância do tema


O Matriarcado Afreekana: narrativas cruzadas do ventre negro ao Brasil é um estudo que examina relatos êmicos, refletidos a partir da experiência autoetnográfica, objetivando reconstituir a trajetória sobrevivente do sistema social matriarcal de origem afro-pindorâmica na diáspora brasileira. Em primeiro plano a investigação expõe o contínuo Holocausto negro-africano, também categorizado como Maafa, sobretudo no campo do conhecimento (epistemicídio), sugerindo uma reflexão sobre as intencionalidades que estigmatizaram os sistemas matriarcais - ação que permeia todos os capítulos subsequentes. Em seguida, o leitor é convidado a examinar a vida dos teóricos que desenvolveram o conceito de matriarcado no Ocidente, por meio de um estudo expositivo de suas pessoalidades, carreiras e as categorias reafirmadas por cada um deles. Categorias classificadoras que serviram para inferiorizar o Matriarcado como sistema primitivo em relação ao sistema Patriarcal. A análise do conceito de Matriarcado na visão desses autores, ampara o isolamento das seguintes categorias: matrilinearidade, matrifocalidade e matrilocalidade que ajudam a delinear a espinha dorsal de um sistema Matriarcal. Essa análise é agregada às narrativas endógenas afro-pindorâmicas que são pautadas no “Espírito da Maternidade” ou na “Maternidade Compartilhada”, princípios fundantes do Matriarcado. Com base nessa espinha dorsal é constituído o em comum, o Princípio da Mãe ou Matriarcado Afreekana. Uma cartografia das sociedades matriarcais remotas e contemporâneas e um quadro de referências de sociedades matriarcais do continente africano e da diáspora são apresentados. Eles representam o resultado inicial de uma investigação que tem neste estudo apenas o início de um longo caminho a ser traçado por inúmeros pesquisadores que se interessam pelo tema.


Cronograma

01 de set. 2020 - Início do recebimento de capítulo para publicação especial. Inscrição realizada exclusivamente via site: https://www.copene2020.abpn.org.br/site/capa

Formato do artigo: Seguir orientações do Template.

06 de nov. 2020 - Término do recebimento de capítulo para publicação especial 

14 de dez. 2020- Avaliação das/os coordenadoras/es 

10 de jan. 2020- Confecção do ebook pela editora 

Março - 2021- Impressão  

Maio- 2021- Divulgação no evento presencial do XI COPENE 


Qualquer dúvida, por favor, contate-nos:

Telefone/WhatsApp: 34 92000-8172

E-mail de contato: xicopene2020@gmail.com

Agradecemos desde já a sua participação.





28 visualizações

Contato

WhatsApp: (34) 92000-8172

Email: contatoabpn@gmail.com

logo padrão (PRETA) (1).png

Endereço

Casa de Cultura Graça de Axé, localizado na Avenida Cesário Crescerá, 4187 - Bairro Pres. Rossevelt, 38401-119 - Uberlândia - Minas Gerais - Brasil

  • Facebook
  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza

© 2023 por Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as. Criado com Wix.com

Site produzido por 

Matheus Borsato