appetizer recipes

nasi goreng

kue kering

resep kue

jadwal kereta api

jadwal liga champion

cara menghilangkan bekas jerawat

jenis anjing

Últimas notícias

Inscrições para o projeto Cinema Negro até o dia 1º de abril

Estão abertas, até o dia 1º de abril, as inscrições para entidades interessadas em participar do projeto Cinema Negro 2015. A proposta é da coordenadoria da Igualdade Racial, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME).

O objetivo é levar às escolas a exibição de filmes temáticos sobre a história da África, da cultura afro-brasileira e a história contemporânea. O projeto Cinema Negro proporciona debate na comunidade escolar sobre a aplicabilidade da Lei Federal 11.465, de 10 de março de 2008. Ele, ainda, será estendido também para entidades, clubes sociais e associações comunitárias. Os filmes são oferecidos conforme a faixa etária de crianças e jovens.

Informações sobre agendamentos podem ser realizadas na Coordenadoria da Igualdade Racial, fone 3476.0552.

MDA lança Selo Quilombos do Brasil no Rio Grande do Sul

Quilombos do Brasil foi apresentado para o Rio Grande do Sul

O certificado, concedido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), "Quilombos do Brasil" tem como objetivo atribuir identidade cultural aos produtos de procedência quilombola.  O selo foi entregue na última quarta-feira, 25 de março, a três produtores gaúchos. 

A expectativa é de que o certificado impulsione a venda de produtos de quilombolas. “O selo associa as comunidades quilombolas à produção de alimentos e fortalece as políticas de comercialização. É um instrumento para agregar valor à produção, uma vez que expõe a relação positiva dos quilombolas com a natureza, a forma de produção respeitando o meio ambiente, e isso atrai compradores”, avaliou o coordenador de Políticas para Comunidades Quilombolas do MDA, Quêner Chaves dos Santos. 

Para autorização de uso do Selo, o solicitante deve comprovar que o produto agrega saberes étnico-culturais, além da utilização de matéria-prima local e práticas de produção socioeconômicas ambientalmente sustentáveis. A partir da solicitação, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) terá até 60 dias para se posicionar quanto à aprovação.

Aquisição de Alimentos

Durante o evento, também foi oficializada a chamada pública do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) que vai adquirir produtos de comunidades quilombolas certificadas, pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). É a primeira vez que uma chamada pública é destinada ao público. “É uma iniciativa pioneira. Geralmente, as chamadas são abertas para todos os agricultores familiares, mas esse edital é específico para comunidades quilombolas”, disse Santos.

Retrospectiva histórica dos negros é tema de palestra no Mucane em Vitória (ES)

Exposição Orisum Asa

Foto: Divulgação Semc

Com o objetivo de falar da importância da cultura negra, os Correios, em parceria com o Museu Capixaba do Negro (Mucane) em Vitória no Espírito Santo, realizam nesta sexta-feira, 27 de março, a partir das 9 horas, a palestra "Negras e Negros: Retrospectiva Histórica nos 350 anos dos Correios", com a representante do Museu Nacional dos Correios em Brasília, Camila Alves Sena.

O bate-papo é voltado para os funcionários dos Correios, convidados do Mucane e o público em geral e tem o objetivo de propagar valores que visam fortalecer os direitos humanos que promovam a igualdade entre as pessoas, independentemente de gênero e etnia.

Orisun Asa

No mesmo evento, o público presente terá a oportunidade de fazer uma visita guiada pela exposição "Orisun Asa", em cartaz até o dia 1º de maio, no Mucane, com o curador da mostra, Miguel Ângelo de Oliveira Santiago, que também é museólogo do Museu Nacional dos Correios, em Brasília. 

A mostra apresenta em 19 painéis, divididos em três módulos, a história da cultura afro no Brasil: Personalidades (como Pelé e Mãe Menininha do Gantois), Saberes e Fazeres (gastronomia e a religião); e Política e Social (Lei Áurea e a Igualdade Racial).

A realização dessa ação está vinculada ao Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça e a Acordos de Cooperação Técnica, com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR/PR), a Secretaria de Desenvolvimento Humano (SDH/PR) e a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR) da Presidência da República.

SERVIÇO

Palestra “Negras e Negros: Retrospectiva Histórica nos 350 anos dos Correios”
Palestrante: Camila Alves Sena
Quando: sexta-feira (27 de março), às 9 horas

Exposição Orisun Asa
Quando: até 1º de maio, de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 12h às 16h

Onde: Museu Capixaba do Negro (Mucane) - avenida República, 121, Centro.

TV Brasil recebe prêmio Camélia da Liberdade pela novela Windeck

Por conta da novela Windeck - Todos os Tons de Angola,  a TV Brasil vai receber o Prêmio Camélia da Liberdade 2015, com o tema "Memória e Ancestralidade",  na categoria Veículos de Comunicação. O prêmio é uma iniciativa do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) e tem como objetivo estimular o desenvolvimento de projetos de Ações Afirmativas, de valorização da diversidade e inclusão étnica. O prêmio será entregue no dia 25 de março, na casa de espetáculos Vivo Rio, no Rio de Janeiro.

Windeck é a primeira novela angolana exibida no país. No ar na TV Brasil desde novembro de 2014, a exibição da novela contou com apoio da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir/PR). Produzida em 2012 pela Semba Comunicação, Windeck esteve entre as quatro telenovelas indicadas ao Emmy Internacional em 2013. Além de permitir a aproximação cultural entre Angola e Brasil, a novela se destaca por contar com inúmeros atores negros, o que não ocorre nas produções brasileiras. 

Sobre o prêmio

A Prêmio Camélia da Liberdade, que se realiza uma vez por ano, é um reconhecimento do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) a iniciativas que promovam as Ações Afirmativas como forma de contribuição para superar as desigualdades raciais e sociais. Com o patrocínio da Petrobras, o prêmio chega a sua oitava edição e divide-se em cinco categorias: personalidades, experiências educacionais, veículos de comunicação, instituições governamentais e empresas.

Destina-se também a personalidades, cujas trajetórias estejam vinculadas à luta pela promoção e valorização dos elementos da cultura e identidade negra. O nome do prêmio se deve à flor camélia, que era o símbolo que identificava os abolicionistas cariocas. 

Os Crespos lançam o primeiro número da revista “Legítima Defesa” na Funarte

Comemorando 10 anos de existência, o coletivo teatral Os Crespos lança nesta quarta-feira, 25 de março, a partir das 20h, na Fundação Nacional das Artes (Funarte) o primeiro número da revista “Legítima Defesa – Uma revista de Teatro Negro”. A revista foi impressa com o apoio da Fundação Cultural Palmares (FCP-MinC).

O projeto gráfico integra o projeto “Dos Desmanches aos Sonhos” cujo o objetivo central era investigar através de pesquisa cênica-áudio-visual o impacto da escravidão e as esferas das relações entre afetividade, negritude e gênero no Brasil. O resultado foi a construção de uma trilogia de espetáculos que abordaram as relações intersubjetivas de desejo e construção de identidade. Foram eles: “Engravidei, pari cavalos e aprendi a voar sem asas”, “Cartas à Madame Satã – ou me desespero sem notícias suas” e “Além do ponto”.

Durante o coquetel de lançamento serão apresentadas cena dos trabalhos da Cia Os Crespos, mas também de outras companhias de Teatro Negro de São Paulo, Capulanas Cia de Arte Negra, Coletivo Negro e Grupo Clariô, e, para complementar a noite, o designer da revista Rodrigo Kenan irá expor alguns de seus trabalhos. 

Serviço

Lançamento da revista “Legítima Defesa – Uma revista de Teatro Negro”

Local: Funarte – Alameda Nothmann, 1058 – próximo ao metrô Santa Cecília) São Paulo/SP
Horário: 20h

ENTRADA FRANCA

 

Copene

Saiba mais sobre os eventos do COPENE.

 

Leia mais...

NEAB

A rede nacional de NEABs ou chamada Consórcio de NEABs e a ABPN sugiram da mesma conjuntura histórica,

Leia mais...

Catálogos

Conheça os catálogos da ABPN organizados em produções acerca da temática

Leia mais...

Relatórios